Vereadores Mirins se colocam no lugar de autistas durante dinâmica

Após o término da Sessão Ordinária do Vereador Mirim, realizada hoje (25) na Câmara Municipal de Rondonópolis, os parlamentares participaram da palestra “Autismo: Uma Realidade” com a palestrante Doutora Érica Rezende Barbieri idealizadora do projeto “Autismo na Escola”, trazendo informações sobre o transtorno e também a importância da Lei Municipal de prioridade nº 9.215 de autoria do vereador Adonias Fernandes, que dispõe sobre a obrigatoriedade de todas as placas de atendimento prioritário incluir o símbolo mundial do Transtorno do Espectro Autista.

Os vereadores mirins ficaram atentos a todas as informações passadas pela palestrante, puderam tirar dúvidas quanto ao transtorno. Na oportunidade, eles participaram de uma dinâmica de empatia, foi o momento de se colocar no lugar do outro, e de olhos vendados, sentiram através dos principais órgãos do sistema sensorial que são: pele, língua, nariz, ouvidos e olhos, como um autista se sente em uma volta ao shopping.

O evento contou ainda com a presença da Lucília Reale, que é autista, e falou um pouco sobre a sua dificuldade de ir a supermercados e açougues, e deu um recado para os vereadores mirins.

“São crianças, jovens, e são a esperança muito grande para todo mundo, e eles tem a oportunidade de ajudar a mudar essa realidade do preconceito com a pessoa autista, é necessário que estejam dispostos a mudar alguns paradigmas que estão ultrapassados e não funcionam mais”, relatou Lucília.

A Lei Municipal é de 2017, porém em muitos lugares do município não está sendo cumprida, e isso estava trazendo transtornos para pais de autistas, porém, depois de uma reunião dias atrás com o coordenador do Procon de Rondonópolis, essa realidade irá mudar.

“Estamos muito felizes, que o Procon começou nesta semana a fiscalizar os comércios da nossa cidade, exigindo que se coloque o laço do autismo nas placas de prioridade, e isso é de suma importância, visto que os autistas precisam sim de atendimento prioritário”, falou a psicóloga Érica Rezende.

“Estamos finalizando o processo de licitação da nossa agência de publicidade, e já deliberamos que o autismo é uma prioridade na nossa divulgação, porque o que precisa é informação, conhecimento”, disse o presidente da Câmara Cláudio da Farmácia.

A agenda para a realização das palestras está aberta, e quem tiver interesse pode entrar em contato pelos telefones: (66) 3422-4540 ou (66) 99227 – 1579.

Comentários Facebook