Campanha “Motorista Nota 10” é lançada e foca no correto carregamento e armazenagem de sementes de soja

Nesta quinta-feira (05/09) a Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat) lançou mais uma edição da campanha “Motorista Nota 10”, na fazenda Rio Alegre, que fica localizada no município de Diamantino. O objetivo da campanha é de orientar os motoristas e outros profissionais envolvidos na logística de transporte e armazenamento das sementes, pós-saída da sementeira, quanto aos cuidados necessários para manter a qualidade de sementes de soja no transporte e armazenamento.

O gerente de sementes da fazenda Rio Alegre, Marcos Almeida destaca a importância desta etapa em todo o processo de produção de soja. “Esse é um momento primordial, onde tratamos com muito cuidado na questão da orientação dos nossos colaboradores e dos terceirizados também e por entender que é uma etapa tão importante quanto à produção no campo, armazenamento e o controle de qualidade, a logística tem o seu papel crucial e desta forma orientamos todos que fazem parte deste processo”, disse.

Para o professor da Universidade Federal de Mato Grosso, Rogério Coimbra que é especialista em na área de produção e tecnologia de sementes. “A importância do transporte é igual à de produção a campo, beneficiamento e armazenamento, a função deles (motoristas) na entrega do material ela é efetiva e de suma importância, pois se houver um problema mecânico no caminhão pode se perder todo o trabalho realizado nas etapas anteriores”, comentou.

Como peça fundamental desta etapa, o motorista Benildo Chassot com mais de 20 anos de experiência no transporte de sementes aprovou a campanha “Motorista Nota 10”. “Na minha opinião é uma responsabilidade muito grande de quem transporta este tipo de carga, por que é um ser vivo e temos que garantir que chegue no destino com a maior qualidade possível”, falou.

E entendendo esta responsabilidade por parte do motorista, a Aprosmat a quatro anos vem desenvolvendo esta campanha, a diretora executiva da Associação conta que a mensagem que é repassada os responsáveis pela logística dos associados é de sempre seguir os procedimentos que garantam a máxima qualidade do produto. “Nesse processo nós procuramos orientar estes motoristas no sentido dele ficar bem atento as condições do seu veículo, para que não tenham pregos ou algum objeto que possam a vir danificar esta sacaria e também no deslocamento evitem os horários onde a temperatura está muito alta e preferir o final de tarde ou início da manhã”, concluiu.

O presidente da Aprosmat, Gutemberg Carvalho Silveira, observa que este é o momento fundamental para repassar aos motoristas informações, que podem auxilia-los na hora do carregamento das sementes e desta forma ajudando a manter a qualidade do produto. “O motorista é treinado para fazer o transporte de forma adequada e segura, pois a semente é um organismo vivo e com estas orientações nós esperamos que ela sofra menos possível neste trajeto da unidade onde ela foi produzida até o consumidor final, que é o produtor”, explicou.

Comentários Facebook