Deputados cobram utilização de veículos apreendidos para forças de segurança

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, recebeu na tarde desta terça-feira (10) os deputados estaduais, Delegado Claudinei e Silvio Fávero, ambo do Partido Social Liberal (PSL) na Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Na pauta, reivindicação para melhorias das delegacias do estado, no que diz respeito à utilização de veículos apreendidos e destinados às forças de segurança.  

“Eu e o Silvio recebemos essa demanda, pois haviam dúvidas sobre como os veículos apreendidos e destinados pelo juiz ao Estado como ‘fiel depositário’ poderiam ser utilizados pela segurança pública e abastecidos com o cartão de controle de combustível, sem incorrer em nenhuma ilegalidade”, explicou Delegado Claudinei.

Na oportunidade, o secretário explicou que para isso é necessário cumprir os requisitos previstos na Portaria nº 33/2015, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp). “O juiz determinando o fiel depositário do veículo apreendido e as condições estabelecidas na portaria sendo atendidas, basta apenas me informar que cadastraremos o veículo na frota. Isso é necessário para que tenhamos o controle de abastecimento dos veículos e onde eles estão”, esclareceu Bustamante.

“Ficamos muito felizes pelos esclarecimentos do secretário, compartilhamos com a sua ideia no que diz respeito ao uso dos cartões de abastecimento e os veículos apreendidos e estamos à disposição na Assembleia Legislativa, sempre em buscas de melhorias para o estado de Mato Grosso, principalmente na área de segurança pública”, avaliou Fávero.

Frota – Atualmente, a frota de segurança pública em Mato Grosso é de quase dois mil veículos, entre próprios e locados, que estão à disposição da Polícia Militar (PM), Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Polícia Judiciária Civil (PJC) e Polícia de Identificação Técnica (Politec). “Temos um déficit na frota de 20% e a maior dificuldade diz respeito à manutenção desses veículos”, explica o secretário.  

Santo Antônio de Leverger – Além disso, o deputado Delegado Claudinei apresentou ao secretário demandas relacionadas à Delegacia de Polícia de Santo Antônio de Leverger. Entre elas, a necessidade de uma viatura, pois a que estava à disposição foi “baixada” (parou de atender a delegacia) no último dia 4 de setembro. Outra situação é a regularização da sede da delegacia, que hoje se encontra em um imóvel privado e o proprietário solicitou a rescisão contratual. Há ainda a necessidade de designação de servidor para a chefia de operações e recurso para aquisição de 10 câmeras de monitoramento no município.

Comentários Facebook