Prefeito participa da abertura do 2º semestre letivo da UFR e reafirma disposição de fazer parcerias e convênios

O prefeito Zé Carlos do Pátio participou, na tarde desta segunda-feira (6), da abertura oficial do segundo semestre letivo de 2019 da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR). A solenidade, que marcou também a abertura da Semana Acadêmica, contou com as presenças, além de Pátio, do vice-reitor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), professor Evandro Soares; Pró-Reitora do Câmpus, professora Analy Polizel; e de outras autoridades políticas locais e acadêmicas.

Em sua fala, Pátio fez uma defesa firme da universidade pública e lamentou os cortes de verbas que as instituições federais de ensino superior vêm sofrendo por parte do governo federal. “Esta abertura do semestre acontece num momento triste. As universidades federais brasileiras sofreram cortes de 30% dos seus orçamentos. Precisamos abrir um debate. Temos que debater o que está acontecendo com este país, que está reduzindo os recursos investidos na Educação como um todo”, ressaltou o prefeito, lembrando que o município, também, tem sofrido com a política atual da União de reduzir os investimentos que afetam o setor educacional brasileiro.

“Com os cortes do orçamento da Educação, Rondonópolis não está conseguindo recursos da União para construir creches e escolas. Até mesmo para a Apae (Associação de Paes e Amigos dos Excepcionais) o governo federal não cumpriu com os repasses, tivemos que assumir a parte dele para não deixar fechar as portas da entidade, que cumpre um papel social importante”, observou o prefeito.

“Mesmo assim, digo a vocês hoje aqui, não abaixem a cabeça. Tem que lutar e acreditar sempre! Nós (Prefeitura de Rondonópolis), mesmo com todas as dificuldades, estamos investindo recursos próprios na construção de novas creches e escolas, bem como reformando várias unidades da rede. São treze novas creches e quatro escolas que estamos construindo”, citou Zé Carlos do Pátio.

Ele ressaltou que as universidades são espaços importantes para o livre debate das ideias, a democratização dos saberes e onde são criadas as bases do desenvolvimento nacional em diversas áreas. “Portanto, não podem ser esvaziadas, têm que ser fortalecidas. É na universidade pública que o filho do trabalhador, das pessoas mais pobres podem ter acesso a uma educação superior de qualidade”, salientou.

Pátio, por fim, reafirmou a sua disposição de continuar sendo parceiro para o fortalecimento e a consolidação da UFR. “Já fizemos vários convênios e parcerias. Reafirmo aqui que continuaremos sempre abertos a novas parcerias com a UFR, que é muito importante para impulsionar o desenvolvimento social e econômico da nossa cidade e região”, frisou Pátio.

Representante da Câmara Municipal de Rondonópolis na solenidade, o vereador Silvio Negri, que também é professor no curso de Geografia da instituição, ressaltou que esta “aproximação” entre a prefeitura e universidade é importante para superar o momento de dificuldade causado pelos cortes orçamentários e o município possa contar com uma universidade pública fortalecida.

“O governo federal este ano cortou R$ 8 bilhões da Educação, não só das universidades, mas até da Educação Básica. Por isso, sem dúvida, este apoio é fundamental e faz-se necessária cada vez mais esta aproximação, que já rendeu bons frutos tanto para universidade como para prefeitura, por meio das parcerias e convênios realizados”.

Comentários Facebook