Thiago Silva defende fortalecimento da economia e fomento da industrialização em MT

O segmento industrial é de fundamental importância para o desenvolvimento socioeconômico, desempenhando um papel crucial no crescimento das cidades, sobremaneira que, promova a ascensão do nível da qualidade de vida da população. O deputado estadual Thiago Silva tem defendido insistentemente em suas manifestações a industrialização em Mato Grosso como um instrumento importantíssimo que pode promover em ritmo acelerado o crescimento necessário proporcionando a estabilidade econômica, elevando a capacidade produtiva, estimulando o progresso e atraindo novos investimentos no Estado.
O município de Rondonópolis está em uma localidade privilegiada por ser considerada a porta de entrada do Estado através das BR’s 163/364, atualmente, considerada a segunda economia de Mato Grosso, registrando um PIB de pouco mais de 9,5 Bilhões, crescimento esse provocado em decorrência do setor de serviços, estando o setor industrial em segundo lugar. Devido ao crescimento econômico propiciado pelas exportações, Mato Grosso tornou-se um dos principais produtores e exportadores de grãos do Brasil e entre os municípios que destacam na exportação está Rondonópolis na segunda colocação no estado.
Thiago Silva, ressalta a grandeza do nosso Estado, porém, considera que ainda estamos muito tímidos no fortalecimento do setor industrial. “Um estado rico como o nosso, não pode depender apenas da produção e exportação de matérias primas, temos que pensar grande e o fortalecimento industrial no Estado é o caminho, para atrair novas empresas, gerar novas oportunidades de emprego, fortalecer as regiões produtivas e uma melhor distribuição de renda. Rondonópolis pode se tornar uma grande potência da indústria têxtil e isso ajuda no desenvolvimento da indústria, pois desperta outros investimentos como no segmento de máquinas e equipamentos”, disse o parlamentar.
A Região Sudeste do Estado, principalmente a sua Cidade-Polo, é destaque no que tange a produção de grãos e possui uma pecuária forte ao seu entorno, mas é necessário que seja estimulado o setor industrial para o fortalecimento da cadeia produtiva na região, geração de oportunidades de emprego e uma melhor distribuição dessa riqueza. Dessa forma se faz necessário a implementação de uma política planejada voltada para as indústrias pequenas, médias e de grande porte, com obras estruturantes, sobretudo, uma política de desburocratização dos licenciamentos obrigatórios.
“A robustez e diversificada produção do Estado, associada ao fortalecimento industrial, fomentada por uma sólida base tecnológica para a geração de produtos de alto valor agregado, proporcionaria uma grande oferta e demanda de serviços, alavancando todos os fatores socioeconômicos em Mato Grosso”, pontua Thiago Silva.

Comentários Facebook