Primeira cura do covid-19 é registrada em Mato Grosso diz secretaria estadual de saúde.

De acordo com dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde, subiu de 210 para 263 o número de casos suspeitos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRGA), categoria na qual, a partir de agora, serão incluídos os casos de Covid-19. Um aumento de 25%.

O secretário de saúde, Gilberto Figueiredo, essa vai ser a nomenclatura usada para identificar registros de doenças que podem testar positivo para Covid-19 ou não. Ainda segundo ele, atualmente há 25 casos confirmados.

Dos 25 casos de Covid-19, 18 foram registrados em Cuiabá, dois em Várzea Grande, um em Nova Monte Verde e quatro em Rondonópolis. Do total de casos confirmados pela secretaria, 17 pacientes estão em casa e 8 estão hospitalizados na rede particular, sendo quatro em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) e quatro em enfermarias.

O balanço revela o primeiro caso de pessoa recuperada da enfermidade. A média de idade dos casos confirmados é de 42,3 anos.

Entre os casos suspeitos, são 38 pessoas internados. São 19 em UTIS e 29 em enfermarias. Entre os dias 20 e 30, foram realizados 352 exames, sendo que 346 foram negativos.

Destes, oito pacientes estão hospitalizados. Não há registro de mortes por Covid-19, no estado.

Do total de casos, 14 são de Cuiabá, 4 são de Rondonópolis, 2 em Várzea Grande, na região metropolitana, e um em Nova Monte Verde. Ele afirmou ainda que a previsão de pico da epidemia é entre a segunda quinzena de abril e primeira semana de maio.

ESTRUTURA

Questionado sobre a suficiência da estrutura de atendimento ao pacientes, o secretário informou que somente quando atingir o número de 50 de casos positivos é que será possível reavaliar a estrutura hospitalar disponibilizada até o momento. “O que temos até agora é o suficiente, mas vamos esperar chegar ao caso de número 50 para reavaliarmos a estrutura Disponibilizada. Por enquanto, o temos é o suficiente para atender os casos”, comentou.

Ainda de acordo com o secretário, o Estado está trabalhando para melhorar o aporte com relação aos equipamentos de proteção individual. “O que o Ministério da Saúde tem disponibilizado não é suficiente para uma semana, quando estivermos no pico da doença. Por isso, temos firmado diversas parcerias para garantir material suficiente”, afirmou.

Uma parceria com o Senai possibilitará a confecção de 1 milhão de máscaras para os profissionais de saúde.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulgou nesta terça-feira que já são 25 casos de Covid-19 em Mato Grosso. Até essa segunda-feira (30), eram 18 casos confirmados da doença e, em 24 horas, sete novos foram registrados.

Comentários Facebook