DENGUE MATA Saúde pede a colaboração dos moradores para receberem a visita dos agentes de endemias

O trabalho preventivo realizado pelos agentes de combate a endemias do município, mesmo com a pandemia do novo coronavírus, não parou em Rondonópolis. Mas, esses trabalhadores têm encontrado dificuldades no acesso a algumas casas por resistência dos próprios moradores. A Secretaria Municipal de Saúde alerta que continuam sendo registrados casos de dengue e chikungunya, por exemplo, que poderiam ser evitados com o controle feito por esses servidores.

As visitas dos agentes continuam sendo feitas regularmente com o objetivo de eliminar focos do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya e também para conscientizar a população para manter seus terrenos e quintais limpos. Pequenos objetos que são deixados do lado de fora das casas, como uma tampa de garrafa Pet por exemplo, podem acumular água, local propício para os mosquitos depositarem suas larvas e criarem novos transmissores.

O gerente da Unidade de Vigilância em Zoonoses do município, Wagner Santos, pede a colaboração de toda a população para que recebam os agentes e contribuam com o combate, principalmente da dengue na cidade. “Os moradores podem identificar os nossos agentes que estão vestindo o uniforme do município e usando a bolsa de trabalho que também é personalizada. Eles são capacitados e responsabilizados por tudo o que acontece na visita”, informa.

Wagner Santos comenta que ultimamente têm acontecido casos de desacato aos agentes de endemias da cidade por moradores que resistem em liberar a entrada dos profissionais para a inspeção. Ele ressalta que, especialmente nesse período de pandemia, os agentes estão tomando todas as medidas de prevenção para evitar a contaminação do vírus, portanto os moradores podem ficar tranquilos.

O município reforça que a população é grande responsável pelo controle da dengue, chikungunya e zika, visto que na maioria dos casos os locais que estão servindo para a proliferação dos mosquitos transmissores dessas doenças estão dentro das casas. Por isso a importância dos moradores manterem sempre a vigilância com a limpeza de terrenos, quintais e acabar com locais que acumulem água.

Comentários Facebook