Diretoria da UPA esclarece denúncia de suposto desaparecimento de corpo

NOTA

A diretoria da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) esclarece que não houve troca de corpos de vítimas de Covid-19 e sim um erro de informação por parte da família de uma das vítimas fatais, sendo um idoso de 74 anos, que veio a óbito às 22h16 de domingo (05). Em virtude da situação causada pela família, o fato foi comprovado aos familiares, sendo que um deles fez o reconhecimento do corpo do idoso que seguiu para sepultamento nesta segunda-feira (06) com todas as medidas de segurança.

Conforme protocolo da unidade, todas as mortes ocorridas em virtude do novo coronavírus (Covid-19) ou por outra causa, o médico plantonista faz as Declarações de Óbito (DO) e comunica a família que deve prosseguir com os trâmites para o sepultamento do ente. Todos os corpos são todos identificados com os nomes e com a declaração de óbito e lacrados em virtude da causa da morte ser Covid-19.

A diretoria explica que conforme o protocolo não há sepultamento noturno. E também aconselha aos familiares que aguardam para o cortejo que não aglomerem a unidade.

Gabinete de Comunicação Social

Comentários Facebook