Parque Sagrada Família já recebe obras para receber o sonhado asfalto

Foto postada em grupo de whatsapp na manhã de hoje por turma do prefeito

Já estão em andamento no Parque Sagrada Família as primeiras frentes de serviços das obras de drenagem e pavimentação, benefício aguardado há muitos anos pela comunidade. Um dos maiores bairros de Rondonópolis, o Parque Sagrada Família receberá mais de 33 km de asfalto, que irão transformar o visual da região, possibilitar uma maior valorização dos imóveis e melhor a qualidade de vida dos moradores beneficiados com o projeto da Prefeitura, que é orçado em mais de 33 milhões.

Nesta semana, equipes da empreiteira responsável pela execução do projeto iniciaram a implantação da tubulação da rede de drenagem das águas pluviais na rua A-75. “A empresa contratada começou os trabalhos e as obras andam em ritmo intenso”, comentou o fiscal do contrato, o engenheiro da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Fernando Vilela.

Ao mesmo tempo que uma equipe trabalha na drenagem da rua A-75, ele informou que uma outra frente de trabalho realiza os serviços de terraplanagem para a ampliação da obra de requalificação das Binários Norte e Sul, que são paralelas à Avenida dos Estudantes. Este ano, a Prefeitura entregou para a comunidade a urbanização das duas vias marginais no trecho entre as rotatórias do Parque São Jorge e do Residencial Mariela.

“Já estão trabalhando (equipes da empresa contratada) agora também no projeto de prolongamento e urbanização das Binários Norte e Sul, que são paralelas à Avenida dos Estudantes. A Binário Norte será estendida até a altura da rotatória do Cidade de Deus e a Binário Sul até as proximidades do Jardim Atlântico”, comentou Fernando.

Com prazo de execução de um ano, obra de drenagem e pavimentação asfáltica do Parque Sagrada Família é um sonho antigo dos moradores que há décadas convivem com os problemas de quem mora em ruas de terra.

O projeto elaborado pelo município prevê construir um amplo sistema de galerias de absorção do grande volume de águas pluviais da região e a pavimentação asfáltica de ruas e avenidas utilizando o material do tipo Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ). Os recursos para o custeio das obras são oriundos de emenda da bancada federal de Mato Grosso, com contrapartida do município.

Comentários Facebook