Em partida movimentada, Cruzeiro leva a melhor e vence do Operário


Em um jogo bastante movimentado e disputado, o Cruzeiro venceu o Operário-PR por 2 x 1, na noite de quarta-feira, no Independência, em Belo Horizonte-MG, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Rafael Sobis e William Pottker marcaram os gols da Raposa, que volta a campo contra o Náutico, no próximo domingo, às 16h, novamente no Independência.

O jogo

O confronto começou em alta intensidade, com o Cruzeiro chegando com muito perigo ao ataque logo aos 50 segundos, em finalização de William Pottker, dentro da área, acima do gol.

O Operário respondeu pouco tempo depois, em chute de longe de Fabiano, nas mãos de Fábio. Na jogada seguinte, Alex Silva cruzou da direita e Rafael Oller desviou acima do gol.

Em contra-ataque, Giovanni lançou Rafael Sobis, que cara a cara com Martín Rodriguez, não conseguiu driblar o goleiro adversário.

Com mais posse de bola a equipe paranaense teve duas situações de gol, em falta cobrada por Ricardo Bueno, e chute de fora da área de Rafael Oller, ambas bem defendidas por Fábio.

Aos 31 minutos, Manoel ganhou, de cabeça, a disputa da bola com Jean Carlo, Ricardo Silva não conseguiu cortar e a bola sobrou para Rafael Sobis, que deu um chapéu no goleiro Martín Rodriguez, finalizou divido com Reniê e marcou. Cruzeiro 1 x 0.

Após o gol, a Raposa cresceu no jogo, passou a dominar as ações e quase fez o segundo ainda no primeiro tempo, em falta cobrada por Rafael Sobis e defendida por Martín Rodriguez.

Segundo tempo

O Cruzeiro manteve a superioridade na etapa final e, em repetição ao início do jogo, quase ampliou aos 50 segundos do segundo tempo, novamente com Pottker, que aproveitou rebote da zaga, em chute de Airton e chutou para o gol, mas Martín Rodriguez defendeu.

Mas, aos 9 minutos, Ricardo Bueno recebeu passe de Jean Carlo, na intermediária, chutou forte, a bola desviou em Manoel e entrou. 1 x 1.

O Operário-PR se animou com o empate e se mandou para o ataque, mas não conseguiu superar a forte defesa do Cruzeiro.

A Raposa segurou o ímpeto do adversário e fez o segundo aos 30, através de William Pottker, que recebeu lançamento preciso de Manoel, dominou no peito e chutou na sápida do goleiro. Cruzeiro 2 x 1.

Em busca de mais uma igualdade, a equipe paranaense seguiu atacando, deu um susto em Fábio, em chute forte de Ricardo Bueno, que desviou em Manoel e saiu à linha de fundo, e obrigou o goleiro da Raposa a fazer grande defesa em uma bomba de Marcelo.

Nos minutos finais, o Cruzeiro teve duas claras oportunidades para marcar, a primeira delas com Welinton, para fora, e a outra, com Jadson, que o goleiro Martín Rodriguez defendeu.

Comentários Facebook