Vasco não supera o Bragantino e perde de 1 a 0


A partida começou bastante equilibrada, com as duas equipes buscando o gol. A primeira oportunidade vascaína veio aos 6 minutos, Werley lançou para Germán Cano que desviou de cabeça para Talles Magno.

O camisa 11 avançou, cortou um marcador e arriscou a finalização de longe, bola tranquila para o goleiro adversário. O Vasco seguiu atacando,  aos 8, Léo Matos avançou pela direita e tocou na direção da entrada da área, a bola chegou em Caio Lopes, que finalizou por cima. Aos 14 minutos o adversário abriu o placar com gol de Eric Ramírez de cabeça: Bragantino 1 a 0.

Sob seus domínios, o adversário seguiu indo para cima. Aos 22, Fernando Miguel operou um milagre, após um belo chute de Helinho, salvando o Cruzmaltino. O Gigante da Colina voltou a incomodar a meta adversária aos 47 minutos, Yago Pikachu cobrou falta pelo lado esquerdo, para dentro da área. A bola que viajava desviou em Werley e parou nas mãos do goleiro do Bragantino.

O Vasco voltou para a segunda etapa mais organizado e buscando o empate. A primeira boa investida vascaína veio aos 18 minutos, Neto Borges cruzou na segunda trave para Vinícius, o atacante escorou de primeira para a entrada da pequena área e achou Germán Cano. O argentino dominou e engatilhou um voleio, mas acabou sendo travado pela zaga. Porém aos 26, o adversário ampliou o placar com um chute de rara felicidade de Claudinho: 2 a 0 Bragantino.

Querendo pontuar, o Vasco seguiu indo para cima. Até que aos 32 minutos, Carlinhos arriscou um forte chute de longe e contou com duas falhas do goleiro Cleiton, que deixou sobrar para Gabriel Pec diminuir o placar para o Vasco: 2 a 1. Aos 37, Yago Pikachu achou um belo cruzamento para Werley, que desviou na direção de Germán Cano, mas o goleiro adversário saiu bem na bola. Aos 41, o adversário ampliou mais uma vez o placar, com outro gol de Claudinho: 3 a 1 Bragantino.

Aos 44, Gabriel Pec avançou pela esquerda e tentou o cruzamento para dentro da área, a bola acabou tomando o caminho do gol. Por pouco o camisa 17 não fez seu segundo gol, a bola acabou beijando a trave. Aos 46, Gabriel Pec levantou a bola para segundo pau, Vinícius escorou para a entrada da área e antes de chegar em Germán Cano, o goleiro segurou. No minuto seguinte, em cobrança de falta de Hurtado, o adversário ampliou o placar: 4 a 1 Bragantino.

Comentários Facebook