Rondonópolis deve ter voo para Brasília a partir do segundo semestre e aeroporto como terminal de cargas

Transformar o aeroporto Marinho Franco em um ponto de recepção e distribuição de cargas para outras regiões do Estado. Esta foi uma das pautas debatidas entre o prefeito José Carlos do Pátio, o vice Aylon Arruda e o deputado estadual Xuxu Dalmolin, que esteve visitando o município nesta segunda-feira (22).

A reunião realizada no gabinete do prefeito, no Palácio da Cidadania, contou também com a participação do presidente da Acir (Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis), Renato Del Cistia.

O deputado Xuxu Dal Molim tem se destacado na defesa do fortalecimento da aviação regional. Inclusive, ele teve um importante papel na articulação para que a Gol Linhas Áreas, por meio da VoePASS, confirmasse a operação da rota Sorriso-Rondonópolis-Brasília.

Segundo o deputado, a previsão é de que esta linha, que interligará o maior produtor de grãos do Estado e o maior centro de logística e transporte de cargas de Mato Grosso com a capital federal, comece a operar no dia 1º de julho deste ano. “Tivemos uma reunião muito positiva com do deputado no sentido de discutirmos a integração regional através dos aeroportos. O deputado nos confirmou que a Gol prevê iniciar a operação de uma rota que inclui Rondonópolis a partir do segundo semestre. Além disso, debatemos também a implantação de novas rotas e a necessidade do incentivo de aviação de cargas para Mato Grosso”, assinalou o Prefeito.

O chefe do executivo de Rondonópolis comentou que o município é um polo ferroviário e rodoviário de logística de transporte e distribuição de produtos para outras regiões. Conforme ele, a ideia da administração municipal é transformar o Marinho Franco no que é chamado de hub aeroportuário, ou seja, um ponto de recepção e distribuição de cargas.

“É um projeto grande e ousado, como é Rondonópolis. Queremos que o Marinho Franco se torne um aeroporto de cargas regional, contribuindo assim para tornar Rondonópolis ainda mais fortalecida como protagonista de desenvolvimento econômico”, destacou o prefeito. “Discutimos esta ideia com o deputado, que se colocou à disposição para ajudar o município a avançar nesse projeto e também a buscar novas rotas de voos para cidade”.

O vice-prefeito Aylon Arruda destacou que diariamente são distribuídos para outras regiões cerca de quatro mil containers de diversos tipos de produtos pelo terminal ferroviário de Rondonópolis. “A nossa ideia é aproveitar a nossa logística privilegiada e fazer com que parte disso também possa ser transportado pela via aeroportuária. Com isso, fomentando mais a geração de empregos e atração de novos investimentos para a cidade”, destacou.

O deputado colocou o seu gabinete à disposição para ajudar o município nesse propósito. “O gabinete 115 está a disposição de Rondonópolis!”, afirmou Dal Molin. No encontro, ficou definido que o deputado irá agendar reuniões entre o município com as direções de companhias áreas brasileiras para discussão dessa ideia de fortalecimento da aviação regional.

Comentários Facebook