Abel Ferreira analisa clássico e rasga elogios aos jogadores da base


“Tivemos dois jogos, um até os 30 minutos, quando não teve chuva, e depois um rachão com uma equipe que se adaptou melhor neste tipo de jogo. Gostei muito dos 30 minutos, como defendemos, como dominamos o adversário e como criamos as nossas oportunidades. No fim, fica um resultado com empate, um sabor amargo. Infelizmente, se não fosse a chuva, poderíamos ter visto um bom jogo aqui”, afirmou o português, que contou com novos atletas oriundos das categorias de base no clássico contra o Corinthians: Fabinho, Giovani e Gustavo Garcia, além dos retornos de Rafael Elias e Victor Luis.

“Gostaria de deixar uma palavra para toda a formação do Palmeiras. Parabéns aos treinadores e ao diretor. Além de formar grandes jogadores, eles formam grandes homens. Parabéns pela estrutura, o futuro é esse, e já temos aqui. Temos vários jogadores, mas temos de ter calma. Tem de ser uma aposta com critério”, concluiu o comandante palmeirense.

O próximo compromisso do Palmeiras será no domingo (07), às 18h, contra o Grêmio, no Allianz Parque, pela partida de volta da final da Copa do Brasil.

Comentários Facebook