Nininho fala sobre as novas ações do Governo do Estado no combate à Covid-19


Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

Nesta quarta-feira (10), o deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, participou da reunião com o Governo do Estado, Secretaria de Estado de Saúde (SES) e Poderes, para o anúncio das ações e medidas para o combate à Covid 19. Conforme o anunciado, serão disponibilizados 160 novos leitos de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) em MT, com a finalidade de atender casos graves da doença. Com o reforço, o estado vai contar com 657 leitos de UTI exclusivos para Covid-19.

Além das UTIs, serão abertos 500 novos leitos clínicos com suporte de ventilação mecânica. Essa medida será feita com ajuda dos prefeitos de alguns municípios, que estão habilitados para fazer esse tipo de atendimento. Também serão criados 150 novos leitos home care (atendimento domiciliar) de retaguarda para os hospitais estaduais Santa Casa e Metropolitano e nas cidades de Rondonópolis, Sinop e Cáceres. Uma ideia bem-sucedida da Unimed Cuiabá, que tem ajudado a diminuir a lotação dos hospitais, adotada pela SES.

O deputado explica que na última segunda-feira (08), esteve reunido com o governador Mauro, o secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueiredo, o deputado federal Neri Geller e o senador Carlos Fávaro, para tratar da abertura dos leitos de UTIs e clínicos. “Tivemos uma longa conversa com o governo e com o secretário, eles nos adiantaram algumas medidas que já estavam sendo formatadas junto com toda a equipe, prontamente escutaram nossas sugestões. O momento é de somar e agir, o Governo do Estado e toda equipe da Saúde estão de parabéns, temos que reconhecer o esforço, e podem contar conosco”, destacou Nininho.

Conforme o levantamento apresentado pelo governo, o investimento total para manutenção desses leitos de UTI durante os próximos três meses, está estimado na faixa de R$ 106 milhões, um custo mensal de R$ 35,4 milhões.

Hoje pela manhã o parlamentar esteve em contato via assessoria com a Secretaria-Adjunta da Saúde para mais informações. “Fomos informados que uma portaria deve ser disponibilizada ainda nesta quinta-feira com todas as diretrizes e orientações para a execução das novas ações, bem como a tabela com custos e tudo o que for necessário para os municípios”, explicou o parlamentar.

Segundo Nininho o mais importante neste momento é, os municípios que tiverem kits de testes fazer a triagem da população. “Se o município tiver testes, usem, façam para que o paciente seja diagnosticado o quanto antes, esta é uma orientação da Saúde”, ressaltou.

Os municípios receberão R$ 69,8 milhões dos créditos de 2016, 2017 e 2018 dos programas de atenção primária, PAICI, regionalização e farmácia. “Esses são repasses do governo anterior. Por muitas vezes cobramos o ex-governador para que regularizasse, mas não fomos atendidos. Agradecemos o governador pela sensibilidade de levantar esse recurso para os municípios”, pontuou o deputado.

O deputado fez um apelo para a população.  “Vamos lutar com todas as nossas forças para evitar que mais vidas sejam ceifadas por esse vírus. Precisamos da colaboração da população, vamos deixar o caminho livre para as pessoas que realmente precisam enfrentar o dia a dia saindo de casa,  quanto menos pessoas circular sem necessidade, mais rápido essa agonia vai passar”, alertou Nininho.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook