Articulação da Comissão de Segurança consegue promover imunização imediata de forças policiais de MT


Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

O presidente da Comissão de Segurança Pública e Comunitária (CSPC) da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o deputado estadual João Batista do Sindspen (Pros), promoveu uma reunião na manhã desta segunda-feira (05), no Colégio de Líderes, com representantes de sindicatos e membros de Associações para discutir e buscar apoio às ações que visam a prioridade na imunização contra covid-19 de todos os servidores que compõem a Segurança Pública no Estado.

Após longo debate na ALMT, o governador Mauro Mendes recebeu a comitiva no Palácio Paiaguás e confirmou que de cada remessa da vacina recebida no estado, 5% serão destinadas para as Forças Policiais que atuam na linha de frente da pandemia.

“Durante a reunião, o governo do Estado assegurou que as doses serão para todas as categorias da Segurança Pública, sendo elas: penais, civis, militares, bombeiros e peritos. Na oportunidade, agradeço a todos os envolvidos nesse processo em prol da imunização destes profissionais, cada um teve sua parcela de contribuição. Destaco o trabalho dos representantes das forças policiais que estiveram conosco nessa luta e agradeço também o deputado Max Russi (PSB), que preside o legislativo estadual, apoiou a causa e nos auxiliou viabilizando a agenda com o governador”, frisou João Batista.

O parlamentar pontuou, ainda, que a articulação que resultou nas tratativas de hoje, teve início no último fim de semana. Segundo ele, a expectativa agora, com a proposta aprovada, é que a vacinação comece a partir desta terça-feira (06).

“Iniciamos uma articulação de agendas neste último fim de semana que resultou nas tratativas de hoje. Falei com o Secretário de Saúde, com o deputado Max, com o secretário Alexandre Bustamante, entre outras autoridades e o resultado foi a reunião no Colégio de Líderes com os representantes das categorias da Segurança. Essa luta é justamente para dar celeridade à vacinação, tendo em vista que mais de 40 policiais já perderam a batalha para a covid-19 em Mato Grosso”, enfatizou.

Sobre quem seriam os primeiros a receber o imunizante, João Batista informou que a decisão inicial da Secretaria de Saúde é vacinar os profissionais que atuam na linha de frente no Estado. Referente aos locais de vacinação, o deputado disse que governo do Estado já está em tratativas com o município para verificar um local específico que atenda a demanda.

“A expectativa é que todos os profissionais da Segurança Pública sejam imunizados, mas, neste primeiro momento, o governo do Estado informou que inicialmente serão vacinados os trabalhadores da linha de frente da pandemia. Posteriormente serão imunizados os profissionais da reserva, tendo em vista que com a faixa etária deles, em breve receberão a imunização, pois já se enquadram no grupo prioritário” completou o parlamentar.

Segundo o governador, o momento é de tomar decisões que possam contribuir para que os profissionais que atuam na linha de frente se sintam seguros. Na última remessa de vacina, feita pelo Governo Federal, foi disponibilizado para Mato Grosso 896 doses para aplicar o imunizante nos integrantes da Força de Segurança no Estado. Já estão sendo tomadas as providências para que nesta terça-feira (6) seja iniciada a aplicação dessas doses.

“Assim que terminamos a reunião, já nos mobilizamos e ligamos para o procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges, e o presidente do Cosems, Marco Antônio Noberto Felipe, e conseguimos a validação da proposta. Todos compreenderam que é necessário aumentar as doses disponibilizadas às forças de segurança, porque esses homens que estão na linha de frente do combate à covid-19 e estão colocando suas vidas em risco pelo bem da população”, destacou Mauro Mendes. 

Fazem parte também da (CSPC) os deputados: Ulysses Moraes (PSL) como vice-presidente; Elizeu Nascimento (PSL), Delegado Claudinei (PSL) e Dr. João (MDB) como membros titulares.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook