Deputado cobra construção de ponte e manutenção emergencial de estradas castigadas pelas chuvas


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Não bastasse as perdas causadas pelo excesso de chuvas, produtores rurais do norte do estado agora enfrentam dificuldades para escoar a produção de soja. Em Nova Ubiratã, por exemplo, a precariedade em alguns trechos considerados essenciais para o transporte de grãos, estão praticamente intransitáveis. As demandas foram trazidas por lideranças políticas e representantes do setor produtivo ao escritório regional do deputado estadual Xuxu Dal Molin (PSC), em Sorriso.

As informações serviram como base para a elaboração de quatro indicações, lidas em sessão plenária desta segunda-feira (5), e encaminhadas ao governador Mauro Mendes e ao secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira e Silva.

Nas proposituras, Dal Molin solicita a manutenção emergencial das MT’s 140 e 130 nos trechos que compreendem a ligação entre os municípios de Nova Ubiratã, Paranatinga, Feliz Natal, Vera e ao distrito de Boa Esperança do Norte (Sorriso).

“A situação é grave e requer uma atenção especial por parte do governo. Somos um estado recordista em captação de impostos gerados pela agricultura, mas os investimentos em infraestrutura ainda são precários. Os produtores dessa região aguardam e precisam de uma solução rápida”, avalia.

Outro ponto observado pelo deputado é o risco à integridade física e à saúde de centenas de famílias que residem nesta região.

“Não há dúvidas de que uma estrada bem cuidada proporciona mais segurança aos usuários. Ainda mais nesse período de pandemia em que a agilidade no atendimento pode fazer a diferença entra a vida ou a morte de um paciente”, pontua Dal Molin.

Em Sorriso, o deputado indicou a manutenção do trecho pavimentado da Rodovia Henrique Adolfo Ferronato, antiga linha 404, assim como a conclusão das obras de pavimentação.

Em outra indicação, também relacionada à infraestrutura, Dal Molin cobra a manutenção da MT-208 responsável pela ligação dos municípios de Nova Guarita, Carlinda, Alta Floresta, Nova Monte Verde, Nova Bandeirantes, Cotriguaçu, Juruena, Aripuanã ao extremo norte de Mato Grosso.

“Trata-se de outro trecho importante para o escoamento da nossa produção agrícola, mas que infelizmente está intransitável. Estamos cobrando a manutenção do trecho pavimentado, a conclusão das obras de pavimentação e a construção, urgente, de uma ponte de concreto”, concluí Xuxu Dal Molin.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook