Deputado ouve lideranças políticas e levanta demandas de municípios do interior do Estado


Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

Conhecidos nacionalmente pelo potencial agrícola, os municípios do médio-norte mato-grossense enfrentam dificuldades quando o assunto são os investimentos em setores como educação, saúde, segurança pública e infraestrutura. É o que aponta um levantamento feito pelo escritório regional do deputado estadual Xuxu Dal Molin (PSC).

Implantando no início deste ano, em Sorriso, a extensão do gabinete parlamentar tem oferecido suporte para prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e demais lideranças políticas e entidades representativas. Ao identificar a demanda de cada município, a equipe liderada por Dal Molin apresenta propostas e, havendo necessidade, destina emendas parlamentares para a implementação das ações de melhorias.

“Por meio desse levantamento conseguimos ouvir quem está lá na ponta do serviço público. Quer sejam os gestores e parlamentares municipais ou a própria sociedade civil organizada. É um trabalho árduo, mas que têm trazido resultados positivos pra nossa região”, avaliou Dal Molin, na última terça-feira (6), durante encontro com lideranças políticas de Tapurah, município com população estimada em 14.046 habitantes (IBGE/2020).

Na ocasião, o deputado apresentou algumas ações desenvolvidas por ele em prol dos hospitais regionais de Sorriso e Sinop, além do Hospital São Lucas. Administrada pela Fundação Luverdense de Saúde, a unidade foi contemplada com uma emenda de R$ 1 milhão para custeio de dez novos leitos de UTIs.

Na área de infraestrutura, Dal Molin destacou a ordem de serviço, assinada pelo governador Mauro Mendes, para construção da ponte de concreto sobre o Rio Verde, na rodovia MT-560, no trecho que compreende a ligação dos municípios de Sorriso e Tapurah.

“Essa demanda foi trazida por produtores rurais da região e repassada, por nosso gabinete, ao Governo do Estado. Fico muito feliz ao ver nossos projetos sendo colocados em prática e beneficiando regiões que estavam praticamente esquecidas”, assinala.

Segundo maior produtor do Estado, Nova Ubiratã também foi atendida pelo escritório regional. Com uma extensão territorial de 12.695 km2, distribuído em seis distritos, o município foi contemplado com uma emenda parlamentar de R$ 250 mil para aquisição de uma ambulância.

Através da indicação 1266/2021, Dal Molin solicitou à Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf) a destinação de uma “vaca mecânica – equipamento usado na produção de leite de soja – para atendimentos atender a rede municipal de ensino e demais crianças em situação de vulnerabilidade social.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook