Comissão de Segurança da ALMT aprova vinda de membros do grupo de monitoramento carcerário


Foto: ANGELO VARELA / ALMT

Foi aprovada por unanimidade, durante a reunião da Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) de terça-feira (9), o convite para que membros do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário (GMF) de Mato Grosso participem da próxima reunião, convocada para o dia 9 de dezembro. A sessão também contou com a votação das proposições e a apresentação do projeto que propõe a criação da Agência de Polícia Penal (Agepope), sugerido por Maycon Lopes Moraes, aprovado no concurso da Polícia Penal de 2016.

De acordo com o deputado João Batista, que é policial penal de carreira e representante do Parlamento no GMF, o convite foi encaminhado ao desembargador e superintendente do GMF, Orlando Perri; ao juiz da Vara de Execução Penal e coordenador do GMF, Geraldo Fidelis e ao juiz coordenador do Núcleo de Audiências de Custódia da Capital, Marcos Faleiros.

“O convite realizado aos membros do GMF, que desempenham um excelente trabalho tanto no Sistema Penitenciário assim como no Sistema Socioeducativo, é a oportunidade que encontramos para que os mesmos possam apresentar os trabalhos que foram desenvolvidos ao longo do ano de 2021”, explicou o deputado.

Sobre a criação da Agência da Polícia Penal, Batista explica que muitos dos moldes apresentados no projeto já são desenvolvidos e executados pelo sistema penitenciário, afirmando que o espaço dentro da comissão estará sempre aberto para toda iniciativa que contribua com as pautas ligadas à segurança pública.

“Parabenizo a iniciativa do senhor Maycon Lopes, o espaço da Comissão de Segurança Pública está e sempre estará aberto para todos que venham somar forças para melhorar a segurança pública do nosso estado”, finalizou João Batista.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook