Prefeitura realiza sorteio de 508 apartamentos no Residencial Celina Bezerra

Esta quinta-feira (30) começou com a grande expectativa de um glorioso dia de festa para 508 famílias inscritas no Programa Municipal Habitacional de Rondonópolis da Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo: o sorteio de 508 apartamentos do residencial Celina Bezerra.

Desde as primeiras horas da manhã de hoje (30), centenas de famílias cadastradas, selecionadas e aptas a participar do sorteio dos 1.440 apartamentos, se reuniram nas dependências da nova Escola Municipal de Ensino Básico (EMEB) Celson Antônio de Carvalho, também inaugurada oficialmente nesta manhã, aguardando o início do tão esperado sorteio dos endereços dos apartamentos a que terão direito a partir da primeira semana de janeiro de 2022, logo após a realização do processo de vistoria de cada habitação e, a respectiva entrega das chaves e assinatura de contrato com a instituição financiadora do empreendimento, o Banco do Brasil, no ato representado pelo Gerente Geral de Agências de Rondonópolis, Arsênio Carneiro Bueno, e pelo Gerente de Relações de Governo, José Carlos Maranhão, que auditaram e acompanharam pessoalmente o sorteio dos imóveis.

De acordo com informações oficiais, o Residencial Celina Bezerra (Parque das Araras) terá ao final da sua construção cerca de 4.000 apartamentos distribuídos em 18 torres; sendo nessa primeira etapa, o sorteio de 1.440 apartamentos já praticamente concluídos, e que serão distribuídos entre os inscritos, em três etapas. Os próximos sorteios devem acontecer ainda no primeiro semestre de 2022.

Cada unidade habitacional sorteada, mede 46,55 metros quadrados, contendo cada um: dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço, além de estrutura completa.

O sorteio desses 508 apartamentos representam a conclusão de um grandioso projeto habitacional municipal de assentamento de 4.000 famílias programados para acontecer neste fim e começo de ano de 2022.

O Prefeito José Carlos do Pátio, se dirigiu aos presentes e falou sobre o difícil ano de 2021, onde a pandemia do Coronavírus maltratou, feriu e enlutou centenas de famílias rondonopolitanas, incluindo a dele, levando entes queridos, amigos etc. E ele então assumiu um compromisso público de fechar o ano de forma diferenciada assentando 4.000 famílias, e tentando levar alento, dignidade e cidadania a uma parte das mais de 11,6 mil famílias sem moradias, cadastradas na cidade, assentando-as em dois novos loteamentos sociais, e realizando o sorteio de apartamentos do Residencial Celina Bezerra, entre outras ações sociais.

Uma das preocupações do prefeito ao assentar estas famílias carentes, é iniciar de imediato todo o processo de urbanização dos loteamentos sociais, criando infraestrutura, como: rede de abastecimento de água, drenagem e rede esgoto, energia elétrica, e num curto período, o asfaltamento.

Todavia, como estas comunidades serão compostas por trabalhadores de baixa renda, o gestor municipal também começa seu ambicioso projeto social construindo creches e escolas para as mães de famílias terem onde deixar seus filhos, seguros e bem cuidados, enquanto saem para trabalhar.

É preciso destacar que toda essa movimentação se deu em razão da Prefeitura de Rondonópolis estar preocupada com a situação do grande deficit de moradias na cidade que chega a casa das 11,6 mil moradias, segundo o cadastro habitacional.
Então por iniciativa própria e com recursos do município o gestor municipal deu início a esse ambicioso “Programa Municipal de Habitação” que já é considerado o maior do Centro-Oeste brasileiro onde até o começo de Janeiro de 2022 estarão assentadas cerca de 4 mil famílias na cidade, distribuídas entre o Residencial Celina Bezerra, os loteamentos: Maria Amélia e Alfredo de Castro II.
Conforme a Prefeitura, apenas nos loteamentos sociais urbanizados do Residencial Maria Amélia estão sendo assentadas 500 famílias e no Residencial Alfredo de Castro II, cerca de 2 mil. Lembrando que até o final das obras de implantação e estruturação dos loteamentos, a Prefeitura terá investido cerca de R$ 15 milhões em recursos próprios nesses assentamentos.

Vale destacar também que essa grande região da cidade, compreendida pelo: Residencial Alfredo de Castro, Vila Paulista, Nova Conquista, Jd. Arco Iris e Altamirando Araújo, vem recebendo maciços investimentos do poder público municipal, como asfalto, rede de esgoto, iluminação, praças públicas e pontos de lazer, 02 escolas, 02 creches, que vão atender mais de 1,4 mil alunos de (0) zero a 11 anos; além de postos de saúde, entre outros.

Joselina Oliveira Guimarães foi uma das 508 pessoas sorteadas com um apartamento... Foto GCOM
Joselina Oliveira Guimarães foi uma das 508 pessoas sorteadas com um apartamento… Foto GCOM

BENEFICIADA
A moradora Joselina Oliveira Guimarães foi uma das 508 pessoas sorteadas com um apartamento. No caso dela a sua moradia estará no Condomínio 01; Torre-01; 1º andar e Apartamento 12. Ela agradeceu ao prefeito pela oportunidade de ter a sua casa própria (apartamento), já que vivia por várias décadas pagando aluguel. “Esse apartamento veio na hora certa pra mim e para todo nós aqui, que não temos moradia própria, e sonhávamos há muito tempo com um cantinho nosso para morar e abrigar nossos filhos. Eu agradeço de coração ao nosso prefeito Zé Carlos do Pátio por olhar pelos mais humildes e necessitados como eu. Estou muito feliz e agradecida”, disse a moradora sorteada.

Joselina Oliveira Guimarães foi uma das 508 pessoas sorteadas com um apartamento…

Fonte GCOM

Comentários Facebook